Permitir que o usuário altere a freqüência do processador no Gnome.

Postado em

Bom, quem é vivo sempre aparece.

Realmente, tendo uma vida corrida fica difícil manter um blog.. Mas não vou desistir..🙂

O que quero mostrar aqui talvez seja uma coisa boba para alguns, mas sempre me da uma certa dor de cabeça quando quero fazer, pois sempre esqueço como se faz isso, e sempre tem que sair caçando no google. Mas dessa vez eu documentei….

Quero mostrar como fazer para que o usuário no Gnome consiga baixar a frequência que o processador está trabalhando, o que pode ser muito útil no Note Book caso você esteja usando a bateria e não queria que ela acabe rapidamente. Então é só deixar o processador trabalhando em uma frequência mais baixa para ter um certo ganho.

Fiz isso usando um Debian Etch com Gnome.

Mãos a massa:

1 – Posso ver quais são os módulos disponíveis que eu tenho que tratam essa parte de freqüência de processador, pois vou precisar carregar alguns deles.

# ls -l /lib/modules/2.6.22.1/kernel/drivers/cpufreq/

No caso estou usando o Kernel 2.6.22.1.🙂

2 – Agora posso carregar os módulos necessário para isso.

# modprobe cpufreq_conservative
# modprobe cpufreq_ondemand
# modprobe cpufreq_powersave
# modprobe cpufreq_stats
# modprobe cpufreq_userspace
# modprobe freq_table

3 – Agora que carreguei os módulos genéricos, eu preciso carregar o módulo especifico do meu processador. Eu estou usando um Turion 64.

# ls -l /lib/modules/2.6.22.1/kernel/arch/i386/kernel/cpu/cpufreq/

# modprobe powernow-k8

4 – Vamos precisar reconfigurar o Gnome-Applets e dizer que ele pode trabalhar com o Suid-Bit.

# dpkg-reconfigure gnome-applets

5 – Para que esse módulos sejam carregados automaticamente no próximo reboot, precisamos coloca-los no /etc/modules.

# echo cpufreq_ondemand >> /etc/modules
# echo cpufreq_powersave >> /etc/modules
# echo cpufreq_stats >> /etc/modules
# echo cpufreq_userspace >> /etc/modules
# echo freq_table >> /etc/modules
# echo powernow-k8 >> /etc/modules

# cat /etc/modules

Para finalizar e testar se está funcionando, vá até o Gnome, clique com o botão direito na barra de serviços (Não sei se é esse exatamente o nome, mas é onde fica todos os Ícones das aplicações e seus menus: Applications, Places e Desktop) e clique em Add to Panel. Agora escolha a opcão CPU Frequency Scaling Monitor.

Pronto, você já pode controla frequência do seu Processador.

Espero que ajude.

Abraços.

Obs: Vou tentar aparecer mais vezes.. se não vai ficar igual a minha casa, só passo para dar oi e ir dormir..:-/

4 comentários em “Permitir que o usuário altere a freqüência do processador no Gnome.

    Fernando Ike disse:
    6 de setembro de 2007 às 10:28

    E tu tem blog e não sabia. =)

    Parabéns, ficou bom. Só faltou dizer que o módulo powernow-k8 é para máquinas AMD (64 se não estiver enganado). As máquinas intel geralmente usam o módulo speedstep-centrino.

    Seu blog já está no meu bookmark.😉

    Cesar respondido:
    6 de setembro de 2007 às 11:28

    Valeu pelas dicas Fike.

    São de grande ajuda.

    Abraços

    Miguel disse:
    6 de setembro de 2007 às 14:09

    Legal a dica. Mas pera lá, esse teu debian etch tá “turbinado”, o kernel que vem com o etch é o 2.6.18. Eu sei, eu sei, também funciona assim mesmo.

    jalexandre disse:
    4 de dezembro de 2007 às 22:01

    As máquinas pentium4 e CeleronD utilizam o módulo
    p4-clockmod, com uma frequência mínima de 333MHz. =)

    [ ] ‘s

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s